Conheça a linguagem de programação Groovy

COMPARTILHAR:

Groovy: algumas das linguagens de programação mais populares disponíveis para engenheiros de software hoje não começaram assim. Talvez os principais exemplos desse fenômeno sejam Python Ruby , que são ambas sintaxes que ganharam muitos seguidores em todo o mundo entre os programadores nas últimas décadas e continuam em uso generalizado hoje. Muitas vezes, à medida que a tecnologia evolui, linguagens de nicho que antes pareciam limitadas em suas habilidades tornam-se cada vez mais populares à medida que os desenvolvedores encontram novos aplicativos para elas em setores emergentes, como ciência de dados ou aprendizado de máquina.

Embora muitos desenvolvedores hoje se aprofundem nessas linguagens porque seus nomes são muito familiares, existem linguagens adicionais de uso geral que continuam a ser a base para muitos projetos de desenvolvimento, como Java. Outras linguagens surgiram em torno dessas sintaxes que foram projetadas especificamente para ajudar os programadores a adicionar novos recursos a softwares ou aplicativos. Um dos principais entre eles, no caso do Java, é o Groovy.

Então, o que é Groovy e por que está ganhando seguidores entre os desenvolvedores que procuram uma versão aprimorada do Java para projetos de desenvolvimento modernos? Quais benefícios exclusivos que a linguagem oferece aos desenvolvedores que a versão básica do Java não oferece? Vamos explorar os conceitos básicos da linguagem Groovy, bem como alguns de seus casos de uso comuns e recursos exclusivos que continuam a atrair cada vez mais desenvolvedores e aprendizes de programação.

CURSO GRATUITO DE DESENVOLVIMENTO WEB

O básico do Groovy 

Apache Groovy é uma linguagem de programação dinâmica orientada a objetos para Java virtual machine (JVM). O Groovy é conhecido como um “melhorador Java” porque oferece aos desenvolvedores maior flexibilidade e também inclui recursos especiais para aplicativos existentes, permitindo que eles sejam atualizados com recursos modernos ou reconstruídos do zero. O Groovy segue uma sintaxe semelhante a Java, mas inclui a facilidade de linguagens mais moldáveis ​​como Python e Ruby, o que torna a curva de aprendizado um pouco menos íngreme para desenvolvedores mais novos.

Características da linguagem de programação

O Groovy inclui vários recursos que são atraentes para desenvolvedores de uma ampla variedade de projetos. Os principais entre esses recursos são:

  • Groovy inclui suporte para digitação estática e dinâmica. Para aprendizes de programação mais novos, as linguagens de tipagem estática são assim chamadas porque a verificação de tipo é feita no estágio de compilação e não durante a execução (Java é uma linguagem de tipagem estática de propósito geral). Em contraste, as sintaxes de tipagem dinâmica, como Groovy, incluem aquelas nas quais a verificação é realizada durante a execução. Isso significa que o Groovy permite que os desenvolvedores incluam essa digitação no Java.
  • O Groovy oferece sintaxe concisa e direta, o que torna significativamente mais fácil para os programadores desenvolverem projetos de forma mais rápida e fácil do que ao usar uma linguagem com sintaxe mais complicada ou menos elegante.
  • Devido à simplicidade da sintaxe e flexibilidade da linguagem Groovy, a curva de aprendizado é significativamente facilitada para programadores mais novos, o que foi parte do motivo da popularidade de Ruby e Python, entre outros. Mais fácil é sempre melhor para os desenvolvedores!
  • Groovy é uma linguagem de desenvolvimento orientada a testes. Além disso, incorpora uma sintaxe que oferece suporte para execução de testes em ambientes integrados de desenvolvimento (IDEs), Ant ou Maven, que são ferramentas de programação de aplicativos em Java.
  • O Groovy oferece suporte nativo para expressões regulares e o faz de maneira muito simplificada. Groovy inclui três operadores para expressões regulares:
    • O operador regex =~
    • A correspondência do operador ==~
    • O operador padrão ~String
  • O Groovy também inclui sintaxe nativa para listas e matrizes associativas. Isso é importante, pois na programação, matrizes geralmente são atribuídas a variáveis, que são posteriormente associadas a dados. Os desenvolvedores muitas vezes associam essas informações por meio de vários elementos da matriz usando um encadeamento comum conhecido como índice. Esse método de estruturar informações com programação é conhecido como array associativo.
  • Groovy oferece suporte para linguagens de marcação como XML e HTML.
  • Por fim, o Groovy também inclui suporte para várias linguagens específicas de domínio, projetadas para resolver problemas específicos por meio de técnicas específicas (mas obviamente exigem uma curva de aprendizado própria se não forem suportadas pela linguagem de nível superior que você está usando). Isso contrasta com as linguagens de sintaxe de propósito geral, como Java, C ou C++.

Como a maioria das linguagens de programação modernas populares, as principais razões pelas quais o Groovy está ganhando força é sua combinação de simplicidade e versatilidade. À medida que a tecnologia moderna continua a evoluir a um ritmo cada vez mais vertiginoso, linguagens versáteis como Groovy, capazes de se adaptar às crescentes necessidades de campos de processamento intensivo, como ciência de dados e aprendizado de máquina, só se tornarão mais atraentes quando comparadas a mais fixas ( mas ainda amplamente populares) linguagens como Java, C ou C++.

CURSO GRATUITO DE PYTHON

Como a linguagem lida com a compilação? 

Como o Groovy foi gerado como uma linguagem dinâmica, o código é compilado em código de máquina em tempo real enquanto o programa está em execução. Após o lançamento do Groovy 2.0, também é possível habilitar a verificação de tipo estático utilizando a anotação `@CompileStatic`. 

Alternativamente, também é possível com a linguagem de programação designar a tipagem estática com a ajuda de um arquivo de configuração especificando seu nome com a opção —configscript do compilador Groovy. Em seguida, ele aplicará a anotação de transformação CompileStatic AST a todos os arquivos de origem em um determinado projeto.

Como o Groovy é usado? 

Como o Groovy é essencialmente uma versão atualizada do Java, não é muito fácil encontrar um aplicativo diferenciado para ele. Um benefício específico que o Groovy oferece é a capacidade de escrever scripts além de classes, para que os desenvolvedores possam escrever aplicativos e scripts usando a mesma linguagem. Por causa disso, os scripts Groovy são ideais para tarefas que mudam ou mudam com frequência. Como a linguagem de programação faz parte da distribuição do JMeter, é uma boa ideia usá-lo para scripts e possivelmente migrar a lógica de scripts desenvolvida em outras linguagens de script de volta para o Groovy.

hostinger banner

Aqui estão alguns casos de uso específicos em que você pode ver o Groovy trabalhando na tecnologia hoje:

  • A Netflix incorpora a linguagem para scripts do lado do servidor para permitir vários níveis de filtragem. Além disso, o Netflix Spinnaker é implementado no Groovy.
  • O middleware de fusão da Oracle emprega scripts da linguagem como parte de seu conjunto de componentes de negócios.
  • O LinkedIn incorpora a linguagem em sua plataforma de automação de monitoramento e implantação de código aberto “Glu”.

O outro subconjunto de aplicações práticas para o Groovy é usá-lo como uma linguagem de negócios incorporada (também conhecida como linguagem de domínio específico, que mencionamos anteriormente). Por exemplo:

  • National Cancer Institute usa a linguagem de programação para realizar simulações científicas incorporando grandes conjuntos de dados para projeções e análises.
  • JPMorgan , MasterCard e várias outras instituições financeiras usam a linguagem por seus amplos recursos de DSL.
COMPARTILHAR:
brayan

Brayan Monteiro

Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Maurício de Nassau e desenvolvedor PHP. Além de programador, produzo conteúdo e gerencio blogs. Sou especialista em desenvolvimento de software, SEO de sites e em negócios digitais.