Emprego como programador: é preciso dominar um framework?

COMPARTILHAR:

A princípio, antes de falarmos se é necessário saber um framework para conseguir um emprego como programador, precisamos esclarecer alguns pontos, vem comigo.

Frequentemente, o maior ponto de discórdia entre programadores experientes é sobre a melhor linguagem para escrever código. Você deve aprender Python para desenvolvimento web ou Ruby? Você precisa conhecer o Swift para ser capaz de programar bem para dispositivos mais novos, como smartphones? No entanto, aprender e conhecer uma linguagem de programação é apenas parte da imagem para ser um desenvolvedor de alto nível. Na programação moderna, os frameworks são igualmente críticos para o sucesso da programação.

“Você precisa aprender um framework para conseguir um emprego como programador?”. A resposta mais honesta é “Não necessariamente, mas você realmente deveria se quiser construir coisas legais”. Para responder à pergunta com mais profundidade, primeiro vamos nos certificar de que você sabe o que é um framework de programação e, em seguida, informá-lo por que conhecer frameworks é o modo como os programadores de sucesso progridem no setor e como você pode conseguir o seu emprego como programador.

O que exatamente é um framework de programação? 

Frameworks podem ser facilmente considerados ferramentas para automatizar processos de programação. Antigamente, escrever software significava utilizar todo o seu conhecimento de uma linguagem de programação específica para tirar o máximo proveito do próprio código. Como tal, fazia sentido para os desenvolvedores dominarem a complexidade dos ponteiros, funções e escopo, uma vez que a qualidade do código em si dependia de fazer a coisa certa. Porém, na programação moderna, a maior parte desse trabalho é feita por meio de automação para agilizar o processo de desenvolvimento.

É aqui que os frameworks desempenham um papel importante. Em termos simples, um framework oferece um conjunto predefinido de soluções desenvolvidas anteriormente para resolver problemas comuns de programação. O principal benefício de usar um provavelmente já é óbvio para você – por que perder tempo tentando programar uma resposta para um problema sozinho, quando já existe uma solução pronta? Além disso, os framework usados com as linguagens de programação mais populares são constantemente atualizadas por sua comunidade de desenvolvedores. Isso significa que as ferramentas e soluções que o framework oferece estão em constante evolução para atender a novos desafios de programação.

Enquanto alguns frameworks são gerados pela equipe que inicialmente criou uma linguagem, frameworks de terceiros são muito mais comuns no mundo do desenvolvedor. Eles também incluem algumas categorias de frameworks, que são ideais para casos de uso específicos, como:

Frameworks de front-end

O termo front-end é usado para descrever a parte do lado do cliente do aplicativo. Essencialmente, é o que é executado no navegador do usuário, ao contrário do back-end, que é gerenciado em um servidor. Os framework de front-end permitem que os desenvolvedores utilizem tecnologias como HTML ou JavaScript para criar aplicativos com experiências de usuário tão ricas quanto aplicativos de desktop.

Web Frameworks

Em contraste com os framework de front-end, os framework da web (ou framework de back-end) ajudam os desenvolvedores a construir aplicativos da web – também conhecidos como sites dinâmicos. Esses framework usam uma linguagem de programação para interagir com um banco de dados e, em seguida, criar o conteúdo final que é portado para o usuário.

Framework de desenvolvimento móvel

Exatamente como parecem, os framework de desenvolvimento móvel são voltadas especificamente para aplicativos e jogos desenvolvidos para um ambiente móvel. Por causa dos desafios únicos do desenvolvimento móvel (dimensionamento para diferentes dispositivos ou tamanhos de tela), criar um framework móvel dedicada foi uma tarefa simples, visto que o desenvolvimento móvel continua a emergir como um jogador importante no futuro.

Por que devo aprender um framework para conseguir um trabalho de programação? 

Agora que você sabe um pouco mais sobre o que são frameworks e o que eles podem ajudá-lo a fazer, vamos responder à pergunta inicial – embora você pudesse teoricamente conseguir um emprego como programador sem conhecer um framework, veja por que conhecê-los pode tornar isso muito mais fácil:

Você pode trabalhar com mais rapidez

Especialmente para empresas que reúnem grandes equipes de desenvolvimento, ter que esperar que um único programador alcance um marco antes que o desenvolvimento avance não é um ponto inicial. Os framework permitem que você acompanhe o ritmo de todos os outros.

Você pode utilizar as práticas recomendadas de programação

Como os framework existem para resolver problemas comuns de programação ou desenvolvimento para uma linguagem específica, elas são, por natureza, projetadas para utilizar as melhores práticas de desenvolvimento. Isso ajuda a evitar erros e armadilhas comuns que podem refletir negativamente sobre você.

Você pode obter o máximo da sua linguagem de programação

Como os frameworks permitem que você trabalhe rapidamente e evite complicações com a programação, seu tempo e energia são liberados para realmente escrever o código – e, assim, tirar o máximo proveito de qualquer linguagem que você esteja usando.

Frameworks podem reduzir sua curva de aprendizado

Frameworks existem para automatizar processos e resolução de problemas, o que reduz a quantidade de conteúdo que você precisa adicionar ao seu plano de aula de programação. Isso permite que você se torne mais experiente com a linguagem, gastando seu tempo construindo coisas, em vez de apenas completar tutoriais. Com isso, atingindo o seu objetivo que é de conseguir um emprego como programador.

Conteúdo complementar:

COMPARTILHAR:
brayan

Brayan Monteiro

Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Maurício de Nassau e desenvolvedor PHP. Além de programador, produzo conteúdo e gerencio blogs. Sou especialista em desenvolvimento de software, SEO de sites e em negócios digitais.