Engenheiro de software: guia carreira de sucesso

COMPARTILHAR:

Os engenheiros de software podem ser chamados de heróis desconhecidos do mundo digital.

Sempre que você estiver navegando na página da Web ou trabalhando em um aplicativo baixado alimentado pela Internet, é o trabalho de um engenheiro de software. O trabalho dos engenheiros de software pode parecer assustador.

Os engenheiros de software são indivíduos altamente dedicados e se esforçam muito para obter todas as habilidades necessárias. Se você considera a engenharia de software como uma carreira, então este é o guia perfeito para você.

Continue lendo para descobrir como você pode se tornar um engenheiro de software.

Antes de começarmos com o caminho, vamos fazer uma breve introdução de um engenheiro de software.

Leia também: Os 5 Principais Cursos de TI e suas Diferenças

O que é e o que faz um Engenheiro de Software?

Como escrever sua própria linguagem de programação

Engenheiros de software executam o trabalho de construção de software. Não há limitação de plataforma para engenheiros de software criarem produtos de software. Eles podem criar programas de desktop, aplicativos móveis ou aplicativos baseados na web.

Os engenheiros de software são altamente valorizados em todos os negócios e organizações porque podem ajudar uma organização criando algo para resolver todos os problemas. Um produto de software em qualquer organização pode minimizar o trabalho de milhares de pessoas.

Há uma enorme demanda por engenheiros de software no mercado. Esta é a razão pela qual está se tornando um dos empregos mais bem pagos. É preciso se concentrar em constante aperfeiçoamento e aprendizado para ser bem sucedido neste campo.

Agora, vejamos todo o caminho que é preciso seguir para se tornar um engenheiro de software.

Formação Python Onebitcode

Passo 1: Determine seu objetivo final.

Antes de iniciar qualquer plano de carreira, é essencial ter clareza sobre seu objetivo final. Tornar-se um engenheiro de software requer esforços consistentes, trabalho duro e dedicação. Tenha o destino final em mente antes mesmo de começar a jornada.

A maneira mais óbvia de as pessoas falarem sobre isso é obter um diploma universitário em engenharia de software ou áreas afins e se tornar um engenheiro de software. Na realidade, você precisa fazer muito mais do que isso. De acordo com uma pesquisa de desenvolvedores de 2019 , apenas 62% dos engenheiros de software se formaram em suas áreas. Um diploma não é a única coisa que você precisa para se tornar um engenheiro de software.

Leia também: Engenharia de Software: O que é?

Passo 2: Faça ciências da computação ou cursos relacionados

Esta é considerada a abordagem tradicional que a maioria dos alunos segue para se tornarem engenheiros de software. Com a ajuda de um diploma de bacharel , os alunos esclarecem conceitos teóricos aprofundados necessários para a compreensão da engenharia de software. Alguns dos principais assuntos estudados no programa de graduação são sistemas de banco de dados, redes de computadores, tecnologia web, estruturas de dadoslinguagens de programação e muito mais.

Esses assuntos ajudam a esclarecer os fundamentos da engenharia de software e a entender as abordagens modernas para o desenvolvimento de software. Certas empresas colocam os critérios de elegibilidade como um diploma de bacharel de quatro anos. Portanto, você deve definitivamente considerar a opção de ser um bacharel em ciência da computação ou áreas afins.

Não é necessário que você precise optar por um curso de graduação para se tornar um engenheiro de software. Você pode até participar de diferentes cursos online e campos de treinamento para obter conhecimento suficiente para trabalhar em projetos em tempo real.

Este passo é ficar claro com o conhecimento teórico. Os recrutadores sempre gostariam de ver sua abordagem prática em qualquer campo. Para isso, você terá que aplicar seus conhecimentos teóricos e retratar suas habilidades.

Leia também: Engenharia de Computação: O Guia do Estudante

Etapa 3: Aprenda diferentes linguagens de programação.

A base para qualquer software é a linguagem de programação usada por trás dele. Seu diploma não valerá nada se você não possuir uma compreensão mais profunda de qualquer linguagem de programação específica que possa ajudá-lo a criar software. Então, você precisa assumir o controle do caminho e decidir sobre uma linguagem de programação que deseja explorar.

Depois de decidir sobre a linguagem específico, você precisa começar a obter um conhecimento profundo sobre ele. Nunca é uma boa ideia começar a aprender 3-4 linguagens de programação ao mesmo tempo. Você deve obter o comando sobre uma linguagem e, em seguida, considerar tentar outras linguagens. O domínio de uma linguagem também facilita o aprendizado do outra.

Decidir sobre uma linguagem de programação é completamente sua escolha. Algumas das linguagens de programação mais populares e amplamente utilizadas são:

  • Python
  • JavaScript
  • Rubi
  • C++
  • Java
  • .NET

Familiarize-se com a sintaxe de cada linguagem de programação que você aprender. Pratique-o escrevendo vários programas . Não se esqueça de cobrir todas as bibliotecas, regras, recursos e alguns projetos nessa linguagem de programação específica. Os projetos são a melhor maneira de construir seu conhecimento fundamental e também esclarecer os conceitos.

Leia também: Programador Web Profissional – Guia Para Iniciantes

MiniCurso Sujeito Prog Banner Dinâmico

Etapa 4: Aprenda ferramentas de programação adicionais.

O Github é o melhor lugar para encontrar todas as ferramentas que os desenvolvedores estão usando. Não importa qual linguagem você esteja usando, você encontrará muitos desenvolvedores se reunindo para compartilhar seus conhecimentos e projetos de código aberto também. Aqui, você também conhecerá outros engenheiros de software de diferentes lugares do mundo.

Acesse a página de cursos e os principais artigos do nosso blog para explorar as ferramentas que os desenvolvedores estão usando amplamente. Depois de conhecer as ferramentas, você precisa começar a aprendê-las para pegar o jeito delas.

Etapa 5: trabalhar em projetos em tempo real

Para obter conhecimento prático, você precisa trabalhar em alguns projetos em tempo real e criar produtos de software. Sempre que você for ao mercado para conseguir um emprego, os recrutadores pedirão experiência prática. Sua experiência prática sempre será mais valiosa do que suas notas acadêmicas. Não adianta se você aprender todos os conceitos teóricos e não tiver ideia de como implementá-los.

Você pode construir alguns projetos pessoais ou até mesmo trabalhar em alguns projetos de grupo profissionais. Fora isso, você pode até contribuir para a comunidade de código aberto construindo algum projeto em tempo real e colocando-o online. Projetos ao vivo agregarão mais valor ao seu portfólio quando você os apresentar na frente dos recrutadores.

Você pode escolher qualquer linguagem de programação com a qual se sinta confortável e também deseje continuar. Não há barreira linguística quando se trata de construir projetos para o seu portfólio.

Passo 6: Faça estágio

Um estágio é considerado a melhor maneira de ganhar exposição empresarial e experiência de trabalho no nível empresarial. Os alunos podem trabalhar em um projeto real da indústria sob uma equipe e entender melhor a cultura da empresa. Há uma abundância de oportunidades de trabalho disponibilizadas para os alunos depois que eles ganham experiência prática por meio de estágios.

É altamente recomendável que todos os alunos façam programas de estágio de um a dois anos enquanto estiverem na faculdade. Depois de concluir um estágio em uma empresa, há grandes chances de você receber um cargo em tempo integral na mesma empresa.

Além disso, seu portfólio ficará muito melhor quando você mencionar um estágio, pois isso contaria como experiência empresarial. As empresas veem o estágio como um ponto positivo, pois consideram que os alunos conhecem a cultura da empresa e as qualidades para trabalhar em equipe.

Passo 7: Construa seu Portfólio

Este é o passo mais importante porque você conseguirá um emprego com base em como você representa suas habilidades e aprendizados no portfólio. Um portfólio é considerado o ativo mais importante para todo aspirante a engenheiro de software que deseja construir sua carreira. Seu portfólio é a primeira impressão que os recrutadores têm de você.

O maior erro que as pessoas costumam cometer é adicionar muitos projetos aos seus portfólios. Ajudaria se você construísse um portfólio impressionante que abrangesse todas as habilidades que o recrutador precisa saber. Aqui, você precisa adicionar vários projetos para ajudar os recrutadores a entender sua natureza versátil de trabalhar como engenheiro de software.

No portfólio, você precisa mencionar uma descrição detalhada de todas as ferramentas e tecnologias que aprendeu, juntamente com as funções de trabalho que assumiu anteriormente. Ao se candidatar ao cargo de engenheiro de software, você terá melhores chances se tiver trabalhado bem na construção de seu portfólio.

Passo 8: Comece a procurar oportunidades de emprego.

Depois de concluir todas as sete etapas mencionadas acima, você precisa procurar um emprego. Construa um currículo perfeito e um perfil impressionante em diferentes portais de emprego. Agora, você precisa continuar verificando esses portais de emprego diariamente e se candidatar a empregos onde tudo parecer bom para você.

A rede pode tornar esse processo bastante simples. Por isso é uma excelente opção criar um perfil profissional no LinkedIn e mencionar seus projetos lá. Você achará muito fácil se conectar com os recrutadores, e isso pode ajudá-lo a obter ótimas oportunidades.

hostinger banner

Você também pode participar de diferentes encontros, seminários e conferências, que o ajudarão a se conectar com pessoas que pensam da mesma forma no campo da engenharia de software. Você pode até se inscrever diretamente visitando o site de qualquer empresa e passando pela seção de vagas de emprego. Se o seu perfil for selecionado, o recrutador entrará em contato com você.

Se você seguir estes passos básicos, achará muito fácil construir sua carreira como engenheiro de software.

Leia também: Desenvolvimento Web: 6 DICAS para iniciantes!

Responsabilidades do Engenheiro de Software

Como engenheiro de software, você terá responsabilidades específicas. Eles são:

  • Analisando os requisitos do usuário.
  • Escrevendo e testando o código junto com a modificação dele com base nos requisitos.
  • Pesquisar, projetar e construir novos produtos de software.
  • Avaliar o software e os sistemas que estão trabalhando no hardware.
  • Modificando produtos de software existentes.
  • Escreva a documentação operacional.
  • Manter sistemas analisando e resolvendo defeitos.
  • Trabalhe em estreita colaboração com os gerentes de projeto, analistas de sistema, profissionais de marketing, desenvolvedores de UI/UX e outros membros da equipe.
  • Consultoria a clientes do ponto de vista de desempenho e upgrades do sistema.
  • Atualização do conhecimento técnico por meio de cursos e seminários para aprimoramento dos sistemas da empresa.

Habilidades necessárias para ser um engenheiro de software

Cada perfil de trabalho requer um certo conjunto de habilidades. Da mesma forma, você precisa possuir certas habilidades técnicas e não técnicas para se tornar um engenheiro de software.

Algumas das habilidades importantes para se concentrar são:

Salário de um engenheiro de software

Em média, segundo o site Glassdoor, um engenheiro de software recebe R$: 7.977 por mês. O salário dependeria muito da empresa em que você está trabalhando, região geográfica, sua experiência e vários outros fatores. Com mais experiência, você pode esperar um salário maior.

Conclusão 👨‍💻

Engenheiros de software estão em demanda no mercado. Portanto, se você está pensando em construir sua carreira como engenheiro de software, não há melhor momento do que agora. Seria melhor começar a jornada imediatamente, começando com o processo de aprendizado e adquirindo mais experiência prática.

Precisa aprender programação? Escolha seu curso aqui.

COMPARTILHAR:
brayan

Brayan Monteiro

Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Maurício de Nassau e desenvolvedor PHP. Além de programador, produzo conteúdo e gerencio blogs. Sou especialista em desenvolvimento de software, SEO de sites e em negócios digitais.